Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Pinceladas Quotidianas

Pinceladas Quotidianas

Cartas na era tecnológica

20664393_1872778172739618_1959042759335827885_n.jp

Quem não se lembra com saudosismo do poder que tinha uma carta enviada pelos Correios e a ansiedade que em nós provocava a espera pela resposta ?
Pois é. Aquela carta para o namorado distante ou mesmo um parente no estrangeiro.
Os tempos mudaram devido à rapidez dos acontecimentos. Em vez de carta, email. Em vez de email, messenger. 
A necessidade de encurtar distâncias e abreviar o tempo de espera é muito forte. 
Mas, eu ainda adoro rabiscar umas ideias e expôr as minhas emoções com aquele romantismo primaveril que só uma carta permite. 
Escrever uma carta mexe com os nossos sentidos, o mais pujante é o bater do coração, a emoção de uma saudade ou a ansiedade por causa de uma correspondência que ainda não chegou. 
O tempo voa, a tecnologia controla-nos mas, o acto de escrever uma carta liberta-nos (do meu ponto de vista) pois pede-nos tempo para raciocinar e transpor tudo no papel. Tempo para libertamos do acto de sermos visualizados on a real time como acontece por exemplo nas redes sociais ou num chat.

 

Mais sobre mim

Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D